A Função PROCV no Excel

A Função PROCV no Excel

Publicação: 15/01/2019
Área:Excel e Informática Geral

Cursos de Excel

A Alfamídia oferece cursos pagos e gratuitos, presenciais e online, de Excel. Confira:



A Função PROCV no Excel

O domínio da função PROCV é muitas vezes utilizado como uma indicação se um profissional tem um conhecimento básico ou mais avançado do Excel. O motivo é simples: ela é ao mesmo tempo uma função muito útil e utilizada em inúmeras situações, e uma função cujo uso não é óbvio para quem está aprendendo a utilizar a planilha.

Funções como soma e média são bastante intuitivas. Por exemplo, "soma(A1:A3)" faz a soma dos valores nas células A1, A2 e A3. Criando diretamente na planilha é ainda mais intuitivo: você simplesmente marca as células de A1 até A3, e clica no botão de AutoSoma.

A função PROCV não é muito mais difícil de entender, apenas seu uso não é tão intuitivo, ou seja, apenas tentando utilizá-la não é tão fácil descobrir o que ela faz.

Exemplo prático de PROCV
Antes de descrever em detalhes seu funcionamento, é mais fácil entender o PROCV com um exemplo prático.

Observe a imagem a seguir. Temos uma tabela de 4 linhas e 3 colunas, sendo que a primeira linha contém os cabeçalhos. Na primeira coluna temos produtos, enquanto as colunas seguintes contém informações do produto.



Agora vamos observar exemplos da função PROCV, e o que eles fazem:

PROCV("Carne";A2:C4;2);

O primeiro parâmetro está nos dizendo o mesmo valor que aparece em uma das linhas da primeira coluna da tabela, enquanto o segundo parâmetro é justamente a tabela em si, ou seja, todas as células A2,B2,C2,A3,B3,C3 e A4,B4,C4.

Pois bem, o retorno da função, é o valor "R$ 10,00". Observando a tabela, é o valor da segunda coluna na linha cuja primeira coluna contém o valor "carne".

Se trocarmos o valor do último parâmetro, de 2 para 3, nosso retorno não é mais "R$ 10,00", mas sim "3". Ou seja, agora estamos retornando a terceira coluna da tabela.

Se trocarmos de "Carne" para "Leite", poderemos recuperar o valor "R$ 5,00" ou o valor "2", basta escolhermos no terceiro parâmetro se queremos a coluna 2 ou a coluna 3.

Com este exemplo, fica fácil entender o que cada parâmetro está fazendo, mas vamos agora entender melhor o que é esta função em si.


O que faz a função PROCV

A função PROCV procura por um valor, pesquisando na vertical, em uma tabela. Ou seja, dada uma tabela, a função vai percorrendo, na vertical, na primeira coluna, até encontrar o valor procurado. Para isso nós temos o primeiro parâmetro, que é o valor procurado, e o segundo, que é a tabela em si.

Encontrado o valor procurado, o que será retornado pela função é o valor de outra coluna da mesma linha, ou seja, em uma tabela em que na vertical temos diferentes itens, vamos recuperar um valor da linha localizada. É justamente o terceiro valor que nos diz qual a coluna que queremos recuperar.

Isso significa que podemos utilizar PROCV sempre que temos uma tabela com diferentes itens e um ou mais valores associados aos mesmos. Podemos ter, por exemplo, descontos por tipo de cliente. Com PROCV, informado o tipo de cliente na tabela, recuperamos o desconto associado. Podemos ter, como no exemplo, produtos com seus valores e quantidades. Informado o produto, recuperamos ou o valor, ou a quantidade.


PROCH

Assim como o PROCV é uma pesquisa "vertical", o PROCH é uma pesquisa "horizontal". Ou seja, enquanto no PROCV é feita uma pesquisa identificando a linha correspondente a uma entrada na primeira coluna, no PROCH temos uma pesquisa da coluna correspondente a primeira linha.

De forma análoga, enquanto no PROCV definimos ainda a coluna da informação a ser retornada, no PROCH a definição é da linha correspondente.

Para ficar mais claro, observe a tabela a seguir, que é equivalente a tabela anterior, apenas com os itens a serem pesquisados ocupando colunas ao invés de linhas.



O comando PROCH("Carne";A1:D3;3) retorna a terceira linha da tabela cuja coluna contem na primeira linha o valor "Carne", retornando, portanto, "3".